BLOGS DO PORTAL TERRAS POTIGUARES NEWS

quarta-feira, 19 de junho de 2013

CLODOMIR CHAVES



Considerado pioneiro da educação do município de Almino Afonso, nasceu na Fazenda Coroatá, no município de Patu-RN, no dia 18 de novembro de 1874, filho de Idelfonso Emiliano Chaves e Maria Joaquina  Chaves
   Casou-se no dia 11 de novembro de 1901, na Fazenda Coroatá, com AMÉLIA DE SOUZA NUNES, que passou a assinar-se AMÉLIA NUNHES CHAVAES, filha de Bento Nunes dos Reis e Maria Fausta de Souza Nunes
   Desde o nascimento até a idade de 16 anos permaneceu em companhia dos pais, na Fazenda Coroatá e cidade de Martins, onde aprendeu as primeiras letras. No ano de 1890 viajou para Manaus, em companhia da família do mesmo. Em Manaus estudou Contabilidade e, mais tarde, trabalhou como funcionário da Alfândega
    Em 1899 voltou ao RN a fim de assistir ao casamento de seu irmão GODOFREDO, na cidade de Pau dos Ferros
   Na ocasião, conheceu sua futura esposa, e resolveu permanecer naquela cidade, onde trabalhou como guarda-livros d Casa Comercial do seu irmão e ensinou português e aritmética em escolas que instalou
   Em 1901 casou-se e continuou em Pau dos Ferros, passando a residir em 1922, na então Vila de Caieira, município de Patu, hoje Almino Afonso. Ali instalou a primeira escola primária local e  ensinou até 1903. Em 1904 foi residir em Manaus, trabalhando nos Correios. Foi assassinado, por Luiz Martins, vulgo José Balaio, às 18 horas do dia 22 de março de 1916, por questões de ordem política
FONTE:Livro “ALMINO AFONSO – NAS TRILHAS DE UMA CIDADE»de MISHERLANY GOUTHIER

ESCOLA ESTADUAL CLODOMIR CHAVES


ESCOLA ESTADUAL CLODOMIR CHAVES
Criada pelo Decreto Estadual nº 10.237, DE 1988,Reconhecida e autorizada pela   Portaria nº 389, publicada no DOERN de 16 de outubro de 1988
INAUGURADA NO DIA 23 DE JANEIRO DE 1936
De acordo com o Livro ALMINO AFONSO – NAS TRILHAS DE UMA CIDADE, de  MISHERLANY GOUTHIER, esse estabelecimento de ensino foi inaugurado em  23 de janeiro de 1936, antes mantida pelo Município, hoje administrada pela Secretaria de Educação da Cultura e dos Desportos.
EX-DIRETORES
ALVANIR LEÃO DE MOURA, ELÍCIA RODRIGUES DE LIMA, MARIA DE LOURDES LEITE, ELÍCIA RODRIGUES DE LIMA, MARIA DE LOURDES LEITE DINIZ, DULCIMAR LEITE DANTAS, JOSEFA GARCIA DE SOUZA, ANA MARIA DA CONCEIÇÃO PONTES OLIVEIRA ALDI MONTEIRO CARLOS ARAÚJO, LENIRA MARIA DE SOUZA e MARIA DO SOCORRO CORDEIRO
2 – ESCOLA ESTADUAL “PROFESSOR PEDRO GURGEL
Criada em 1988, teve como primeira diretora Anita Carlos da Silva
3 – EACOLA ESTADUAL RONALD PINHEIRO NÉO JÚNIOR
ESCOLAS MUNICIPAIS
1 – ANTONIO FERREIRA DE LIMA
2 –ERNESTO FERREIRA
3 – FRANCISCO BELARMINO
4 – FRANCISCO DOMINGOS DE OLIVEIRA
5 – JOÃO TEODÓSIO
6 – JOSÉ VICENTE DE SOUZA
7 – LUÍS CIRINO DE MOURA
8 – SEBASTIÃO ALVES DA SILVA
9 – SEBASTIÃO REGALADO
10 – SEVERINA CARLOS DE ANDRADE
11 – SEBASTIANA LEITE DE MENEZES
FONTE:Livro “ALMINO AFONSO – NAS TRILHAS DE UMA CIDADE»de MISHERLANY GOUTHIER

A foto acima, de 1953,  mostra parte da Escola Estadual Professor Clodomir Chaves - antes Grupo Escolar -, a casa de seu Nozinho (Praça Aurino Carlos) e um caminhão estacionado na frente, à época, da casa de seu Zola (Rua Agostinho Fonseca). FOTO - BLOG AGORA ALMINO AFONSO INFORMA

ATA DA SESSÃO INAUGURAL DO NOVO PRÉDIO DAS ESCOLAS REUNIDAS DA POVOAÇÃO DE ALMINO AFFONSO MUNICÍPIO DE PATU



Aos vinte e três dias de janeiro de mil novecentos e trinta e seis, às 15’s horas, presente o Revmo. Sr. Cônego Amâncio Ramalho, D.D Diretor do Dep. De Educação, o digno prefeito do Municipio, Júlio Fernandes da Costa, os professores regentes das mesmas Escolas, cavalheiros, senhoras e LUNOS DA Povoação, uniformizados, enchendo completamente dos salões do edifício realizou-se a inauguração solene do prédio mandado construir pelo Governo Estadual de collaboração com o Município para n’ele funcionarem as Escolas Reunidas  desta Povoação. A sessão foi presidida pelo Sr. Diretor G. do Dep. De Educação, ladeado pelos Srs. Júlio Fernandes da Costa, Sr. Elyseu Dias, Raimundo Leão, Felinto Gadelha e Miguel Godeiro,
Aberta a sessão pelo Sr. Diretor Geral falaram sobre o facto de tanta importância e sobre o desenvolvimento da instrução pública do estado, o Presidente da Mesa, O PREFEITO Municipal, a  Dirigente das Escolas e o jovem  Chaves. Em seguida foi encerrada a sessão pelo Sr. Diretor do Departamento que, como os demais oradores, viram os seus conceitos acolhidos dos melhores aplausos. Seguiu-se ainda a Benção do Prédio que, quase frente a frente do Templo católico em que se recolheu para as suas preces as almas devotas, semelhava também um outro Templo de  finalidade diversa, mas bem apreciável na vida e na formação do nosso povo.
   E para constar, eu ALVANIR LEÃO MOURA, Dirigente destas Escolas Reunidas servindo de Secretária lavrei a presente ata que vae assignada pelas autoridades e demais pessoas presentes que a quiseram.
  Cônego Amâncio Ramalho Cavalcante – Diretor Geral, Júlio Fernandes da Costa – Prefeito, Elyseu Dias da Cunha, Raymundo Leão, Felinto Gadelha, Miguel Godeiro da Silva, Alvanir Leão de Moura, Abigail Leão de Moura, José Chaves...
FONTE:Livro “ALMINO AFONSO – NAS TRILHAS DE UMA CIDADE»de MISHERLANY GOUTHIER

ESCOLA ESTADUAL RONALDO PINHEIRO


A Escola foi criada pelo Decreto nº 9.057, de 19 de setembro de 1984, como anexo do Colégio Pedro Gurgel. Várias pessoas contribuíram para a criação desse estabelecimento de ensino, dentre elas TÉCIA DOS SANTOS DE FÁTIMA BEZERRA, MARIA VERÔNICA CARLOS DE ALMEIDA, HELENA CARLOS EVANGELISTA, FRANCICA G. ROCHA e ANTONIA ZULEIDE.
FONTE:Livro “ALMINO AFONSO – NAS TRILHAS DE UMA CIDADE»de MISHERLANY GOUTHIER

RONALDO PINHEIRO NÉO JÚNIOR


RONALDO PINHEIRO, natural de Mossoró-RN, nascido a 21 de dezembro de 1962, filho de  Ronaldo Pinheiro Néo e de Lindalva Santos Maia Néo.
  Júnior como era carinhosamente chamado pelos seus amigos e parentes, iniciou os seus estudos no tradicional Colégio Diocesano Santa Luzia em Mossoró. Com a transferência de sua família para a Capital do Estado, estudou no Colégio Marista e posteriormente no Maria Auxiliadora.
  Ronaldo faleceu no dia 28 de novembro de 1981, em Natal

FONTE:Livro “ALMINO AFONSO – NAS TRILHAS DE UMA CIDADE»de MISHERLANY GOUTHIER

Quem sou eu

Minha foto
NINGUÉM JOGA PEDRA EM ÁRVORE QUE NÃO DÁ FRUTO; PORTANTO, NÃO FIQUE COM RAIVA COM AS CRÍTICAS DESTRUTIVAS